yarn add

Instala um pacote e quaisquer outros pacotes dos quais ele depende.

Adicionando dependências

Em geral, um pacote é simplesmente uma pasta com código e um arquivo package.json que descreve o conteúdo. Quando você quiser usar outro pacote, primeiro você precisa adicioná-lo em suas dependências. Isto significa executar yarn add [nome-do-pacote] para instalá-lo em seu projeto.

Isso também vai atualizar o seu package.json e seu yarn.lock para que outros desenvolvedores trabalhando no projeto também tenham as mesmas dependências que você quando executarem yarn ou yarn install.

A maioria dos pacotes serão instalados a partir do registro npm e são referenciados simplesmente pelo nome do pacote. Por exemplo, yarn add react instalará o pacote react do registro npm.

Você pode especificar a versão usando uma das alternativas:

  1. yarn add nome-do-pacote instala a versão mais recente (“latest”) do pacote.
  2. yarn add nome-do-pacote@1.2.3 instala uma versão específica do pacote a partir do registro npm.
  3. yarn add nome-do-pacote@tag instala uma “tag” específica (por exemplo, beta, next ou latest).

Você também pode especificar pacotes de fontes diferentes:

  1. yarn add nome-do-pacote instala o pacote a partir do registro npm, a não ser que você tenha definido outro registro no seu package.json.
  2. yarn add file:/caminho/para/pasta/local instala um pacote que está no seu sistema de arquivos local. Isso é útil para testar outros pacotes que você tenha e que não foram publicados no registro.
  3. yarn add file:/caminho/para/um/tarball.tgz instala um pacote a partir de uma tarball no formato gzip, que pode ser usada para compartilhar pacotes antes de publicá-los.
  4. yarn add <url remota git> instala um pacote a partir de um repositório git remoto.
  5. yarn add <git remote url>#<branch/commit/tag> instala um pacote a partir de um repositório git remoto, de uma branch, commit ou tag específica.
  6. yarn add https://meu-projeto.org/pacote.tgz instala um pacote a partir de uma tarball no formato gzip remota.

Ressalvas

Se você já usou um gerenciador de pacotes como o npm anteriormente, você deve estar procurando por como adicionar uma dependência global.

Na grande maioria dos pacotes, é considerado uma prática ruim ter dependências globais porque elas são implícitas. É bem melhor adicionar todas as suas dependências localmente para que elas sejam explícitas e para que todas as outras pessoas usando seu projeto também tenham as mesmas dependências que você.

Se você estiver usando uma ferramenta de linha de comando (CLI) que tenha um bin, você pode acessá-lo na pasta ./node_modules/.bin. Você também pode usar o comando global:

yarn global add <pacote...>

Comandos

yarn add <pacote...>

Isso instalará um ou mais pacotes nas suas dependências.

yarn add <pacote...> [--dev/-D]

Usar --dev ou -D instalará um ou mais pacotes nas suas devDependencies (dependências de desenvolvimento).

yarn add <pacote...> [--peer/-P]

Usar --peer ou -P instalará um ou mais pacotes nas suas peerDependencies (dependências “parceiras”).

yarn add <package...> [--optional/-O]

Usar --optional ou -O instalará um ou mais pacotes nas suas optionalDependencies (dependências opcionais).

yarn add <pacote...> [--exact/-E]

Usar --exact ou -E instala os pacote nas suas versões exatas. O padrão é usar o lançamento mais recente com a mesma versão “maior”. Por exemplo, yarn add foo@1.2.3 aceitaria a versão 1.9.1, porém yarn add foo@1.2.3 --exact só aceitaria a versão 1.2.3.

yarn add <pacote...> [--tilde/-T]

Usar --tilde ou -T instala o lançamento mais recente dos pacotes que tenha a mesma versão “menor”. O padrão é usar o lançamento mais recente com a mesma versão “maior”. Por exemplo, yarn add foo@1.2.3 --tilde aceitaria 1.2.9 mas não 1.3.0.